Cuide de sua produtividade

Como fazer um site vendedor faturar por você

Os sites são grandes aliados na hora de vender produtos, mas não apenas quando eles disponibilizam de forma online as mercadorias. Ter um site ou blog que não funciona como loja virtual também é importante para as suas vendas, inclusive, quando o item que você comercializa não é viável de vender em um e-commerce. Então você irá aprender como fazer um site vendedor faturar por você.

Por mais que o comércio eletrônico tenha se firmado no mercado e muitos consumidores gostem de usar dessa praticidade na hora de comprar as mais variadas mercadorias, existem empresas que não necessitam incrementar as suas vendas de forma online.

Os motivos são variados, podendo ser porque as vendas físicas já estejam consolidadas, porque a logística para a venda virtual comprometeria a qualidade do produto, entre outros motivos.

Como fazer um site vendedor faturar por você 4

Mas engana-se quem pensa que porque não tem uma loja virtual simplesmente não precisa ter uma página na web. A internet, já há alguns anos, tem sido o guia telefônico do passado, substituindo ainda outras maneiras de encontrar produtos e serviços, mesmo que estejam bem pertos fisicamente.

Por isso, é possível fazer seu site vender por você fazendo uso das vantagens que as mídias sociais oferecem. Em primeiro lugar, como já citado, os sites e blogs funcionam para dar visibilidade ao seu comércio seja de produtos seja de serviços. Se fosse apenas isso, você poderia apenas ter uma página web com o nome da sua marca, endereço e telefone.

Porém, ter uma mídia própria com diferentes recursos pode fazer muito mais por você. Mesmo quem possui um negócio consolidado e mesmo que as suas vendas estejam indo de “vento em polpa”, cabe lembrar que a concorrência em praticamente todos os setores da economia é grande e, se hoje o seu negócio está em uma maré de sorte, isso não é garantia para o amanhã.

Dicas para ter um site vendedor 

Alguns requisitos são básicos na hora de desenvolver um site ou blog atrativo para ajudar nas vendas, sendo que as suas características vão depender do tipo de produto que você vende, quem é o seu público alvo, etc. Nesse sentido, algumas dicas gerais que funcionam com qualquer site é que ele deve ser clean, ou seja, não conter muita informação e ter cores que se harmonizem entre si.

Já que você vai colocar a sua marca com destaque no site, se o seu logotipo for azul e amarelo, por exemplo, é preciso que as demais cores escolhidas para compor a página virtual entrem em sintonia para não ficar um carnaval. Mas isso não significa que deva ser tudo branco e sem graça. Já a cor preta como fundo para um site dificilmente cai bem, até porque cansa os olhos e prejudica a permanência dos seus leitores no site.

São muitos detalhes que envolvem a criação de um site, mas a maioria deles é relevante e merece atenção. De qualquer forma, é importante criar uma identidade para a sua marca e se você já produziu um material publicitário para promover os seus produtos ou serviços é bem provável que já tenha criado uma arte ou contratado para alguém produzi-la. A arte para o seu site, portanto, pode se assemelhar a esse material que já existe.

Além disso, você pode ter apenas um site com as informações básicas sobre a sua empresa ou apostar em um blog com conteúdo original. Essa segunda opção, cada vez mais, é usada por quem deseja promover a sua marca, sendo que consiste em contratar um profissional ou mesmo destinar alguém da sua equipe para a tarefa.

A pessoa responsável por isso deve postar com alguma frequência artigos e materiais informativos associados ao segmento do seu produto ou serviço. No entanto, esse material não precisa falar necessariamente sobre o seu produto, mas quando houver uma novidade ou lançamento que sua empresa vai promover é por esse canal que tudo pode ser informado.

Ferramentas para fazer seu site vender por você 

Como fazer um site vendedor faturar por você 2

Quando quem comercializa um produto ou serviço tem um blog para angariar mais cliente e proporcionar maior volume de vendas, é bastante comum que use o recurso chamado CTA ou call to action, traduzindo, significa chamada a uma ação. Refere-se a um link, geralmente apresentado por um botão no site, que leva o internauta a realizar uma ação.

Ou seja, ao clicar nesse link, a pessoa que estiver no seu site ou blog vai ser encaminhada para uma enquete, votação, formulário, inscrição em feeds ou mesmo para acessar outro conteúdo, como um vídeo, por exemplo. A questão é que esse link possui um objetivo, que é o de fazer o internauta interagir com a marca.

As interações entre marca e clientes são sempre bem vindas em um site, porque aproxima ambos e abre caminho para que o internauta sinta-se propenso a adquirir o produto. Embora possa parecer um detalhe para muitas pessoas, essa ferramenta deve apresentar uma frase convidativa para incentivar o internauta a clicar no link.

É bastante comum encontrar esses botões com frases como Clique Aqui, porém, hoje em dia, já se percebeu que elas são insuficientes. A dica é personalizar esse link, tornando-o mais persuasivo. Se o link leva a um vídeo, pode estar escrito “Assista ao vídeo” ou se for uma enquete, prefira “Dê a sua opinião”. Além de imperativas essas frases também fornecem uma informação.

É importante ainda dar atenção à cor que esse botão terá, pois ele deve estar em destaque, pois assim, o internauta vai percebê-lo mais facilmente e hesitará menos em clicar nele. Estudos apontaram que a cor vermelha, amarela e laranja são as mais indicadas. Enquanto o vermelho é mais marcante para o olho humano, pois contem as ondas mais largas do espectro de cores, o amarelo é a primeira cor que o olho visualiza.

Já a cor laranja tem um efeito parecido com as outras duas. Há também uma teoria que o verde é a cor mais indicada para esses botões de conversão. Porém, especialistas afirmam que o melhor mesmo é escolher para o botão onde se deseja que o internauta clique uma cor que contraste com as cores predominantes no site, assim, o seu destaque em meio a outras informações está garantido.

Mais dicas para o seu site ajudar nas vendas 

Mesmo que esse seja um dos recursos mais antigos de marketing digital, ele ainda pode ser muito eficiente, conforme o seu público alvo, que é a newsletter. E para captar o e-mail de internautas é possível ter em seu site um local onde os interessados podem se cadastrar para receber as informações por e-mail.

Nos dias de hoje, que as redes sociais quase que suprimiram a troca de informações por e-mail, é possível encontrar ainda uma utilidade na captação de mailing. Por mais que o público alvo, principalmente o jovem, busque muitas informações pelas redes sociais, pessoas que já saíram da casa dos 20 anos podem preferir a comodidade de receber informações em seu endereço eletrônico.

De qualquer forma, recomenda-se não enviar com muita frequência e-mails informativos para não chatear os internautas e oferecer uma opção de descadastramento se a pessoa não quiser receber mais o seu material. Essa opção é ainda mais importante se o e-mail está sendo enviado sem que tenha sido solicitado.

O que mais fazer para ter um site vendedor? 

Como fazer um site vendedor faturar por você 5

Ao avaliar o perfil das pessoas que usam a internet, sabe-se que os internautas não tem o costume de permanecer muito tempo em um site, ainda mais agora com a possibilidade de estar conectado a qualquer momento, inclusive, pelos aparelhos móveis. Esse comportamento facilita a desconcentração das pessoas, que cada vez mais têm menos foco.

Esse é mais um motivo para ter um site clean, com destaque para as informações úteis, sem poluir a página web com muitos dados, o que pode fazer o internauta simplesmente se cansar e sair. Além disso, é importante avaliar a necessidade de apostar em uma versão do seu site para aplicativos móveis, conforme o perfil do público alvo.

De qualquer forma, pesquisas já mostraram que quanto menos conteúdo um site tem, maiores são as chances de o internauta interagir com a marca. O melhor é facilitar a vida do cliente em potencial, tendo um site intuitivo, que não exija muito do internauta e que facilmente ele consiga navegar e seguir as suas recomendações, como clicar no botão de conversão.

Porém, para aquele internauta interessado em saber mais, você pode dispor de mais informação com a opção de um botão para que ele clique e possa ler mais sobre o assunto. Por fim, outra dica muito importante de como fazer seu site vender por você é que ele tenha uma linguagem que se comunique bem com o seu público alvo.

Assim, se ele for formado predominantemente por jovens, a linguagem deve ser mais informal e atual, mas se o seu consumidor é constituído por adultos acima dos 40 anos, por exemplo, um pouco de formalidade será mais bem aceito por eles.

Quanto ao investimento necessário para criar um site que seja o seu aliado nas vendas, é possível com um pouco de dedicação encontrar formas de criar uma página de qualidade sem muitos custos. Mas se necessita terceirizar o serviço poderá encontrar diversos profissionais qualificados para deixar o seu site como você quer e mantê-lo sempre atualizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *