Perdeu o emprego? Saiba como dar a volta por cima

Perdeu o emprego? Saiba como dar a volta por cima

A onda de crise que tomou conta do país assustou muitos empresários, que reduziram os custos fazendo corte de funcionários das mais diversas áreas. E nessa roda não importa se você é especializado ou não, se tem família para sustentar ou não, se é jovem ou já está na meia idade. O corte assusta muita gente justamente por ser democrático e essas épocas de crise só aumentam a insegurança das pessoas que trabalham dessa forma.

Mas eu vou te dizer uma coisa aqui que não sei se alguém já te falou antes. Acho fundamental que seja dito, pois vivemos numa cultura que nos ensinou a preservar nossos empregos e agradecer por eles. E que quando esse emprego falta, nós somos desvalorizados socialmente, tanto que nosso nome do meio se torna “desempregado”.

Já se sentiu assim antes? Pois é, mas não precisa não. Sabe por quê? Por que quem trabalha é VOCÊ!

Simples assim.

Você é dono da sua própria mão-de-obra e quando compreender o real sentido disso, verá que não precisa temer a crise e o desemprego. Vou te dar algumas dicas pra você superar essa fase de crise econômica e dar a volta por cima em grande estilo. Ou seja, vou te ensinar a ganhar dinheiro sem depender de emprego nenhum.

Mas se você mesmo assim preferir correr atrás de outra oportunidade, não se espante se as portas começarem a se abrir mesmo durante a crise. Tem emprego pra quem faz a diferença, acredite!

O importante é ter em mente que os tempos de crise geram oportunidades que se fortalecem e tendem a se manter depois que a crise vai embora.

3 Dicas para dar a volta por cima na crise

Perdeu o emprego? Saiba como dar a volta por cima

  1. Mude o foco

Parece óbvio demais? Mas não é. Quanto mais dependemos da nossa situação financeira para manter o equilíbrio emocional, mais precisamos evitar essa dependência. O que você precisa fazer durante a crise é não pensar nela. Não leia as notícias relacionadas aos índices de inflação, aumento do desemprego da sua cidade, reajustes de tarifas, etc.

O motivo é que, ao ser bombardeado com essas notícias o tempo todo, você automaticamente se desconcentra do objetivo principal, que é de superar a fase e dar a volta por cima.

Quando se sentir desesperado com o fantasma da crise, mude o foco para algo que não esteja relacionado à questão financeira: os estudos dos filhos, seu time de futebol favorito, um hobbie que ocupe sua mente, um evento que você estava aguardando, filmes, livros, etc.

Frase inspiradora: pensar na crise não vai resolver a crise, o que vai resolver é pensar na solução.

  1. Faça listas

Você se sente perdido e não sabe por onde começar ou sequer sabe o que deve fazer? A solução é simples: pegue folha de papel e lápis. Faça uma lista de coisas que você adora fazer e que não necessariamente se relacionam com o dinheiro.

Ao lado dessa lista, relacione atividades profissionais que estão relacionadas com as coisas que você adora fazer, não precisa saber fazer nada disso, apenas faça as listas.

Por fim, faça uma lista com coisas que você se sente apto a realizar, sem levar as listas anteriores em consideração. Funções, trabalhos, atividades nas quais você é bom.

Passe alguns dias lendo essa lista pelo menos 5 vezes por dia até que os temas sejam completamente absorvidos. O que vai acontecer é que você estará ajudando seu cérebro a relacionar coisas que você gosta com coisas que você pode fazer.

Logo poderão surgir ideias realizáveis, quando isso acontecer, anote-as no mesmo papel.

  1. Redimensione sua ideia de trabalho

Muitas pessoas, quando pensam em trabalho por dinheiro, não conseguem se ver fazendo mais de uma coisa. Pois estou aqui para ajudar você a quebrar esse paradigma. Você pode fazer muito mais do que uma única coisa por vez!

Você pode realizar multitarefas, basta que elas te façam feliz. E não é papo de mãe não, você realmente terá condições de fazer isso se sentir realizado com o que faz. Veja o trabalho como uma realização e não como um meio para obter dinheiro para sobreviver ou enriquecer. O resultado virá junto com sua energia e vitalidade – e a crise vai ficar em segundo plano.

Eu tenho muito mais a falar sobre isso, pois esse não é um assunto que eu consiga concluir em um único post.

Por isso resolvi que vou abordar o tema mais vezes nas próximas semanas e, assim, ensinar você a lidar com a crise sem que ela afete realmente você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *