Leilões pela internet ainda são um bom negócio 1

Leilões online ainda são um bom negócio?

Muitas pessoas se questionam se os leilões online ainda são um bom negócio. Segundo especialistas, esse nicho do mercado, que é uma alternativa aos leilões presenciais e eletrônicos, continua possibilitando aquisições vantajosas. Porém, isso ocorre apenas quando as pessoas seguem uma série de cuidados para fazer bons negócios.

Também é importante entender qual a diferença entre as diferentes modalidades. Nesse sentido, vale dizer que o leilão presencial é o mais tradicional e ocorre quando o interessado em participar ou o seu representante legal está no local do evento. Muitas pessoas se interessam ainda por esse tipo de leilão porque permite aos presentes trocar opiniões e fazer avaliações mais aguçadas acerca de cada item.

Já o leilão eletrônico é aquele no qual há um tempo estabelecido para a realização da venda. Durante esse período, os participantes podem fazer quantos lances julgarem necessário. Nesse sentido, existe um prazo pré-definido e de conhecimento dos participantes para que eles saibam quando termina cada leilão.

Enquanto isso, como o próprio nome diz, os leilões online ou pela internet permitem que qualquer pessoa participe do mesmo, independente do local onde estiver e, por isso, para muitos usuários essa é a sua principal vantagem. Além disso, de forma semelhante à modalidade presencial, os leilões online ocorrem em tempo real.

Quem faz uso dos leilões online 

Leilões online ainda são um bom negócio 3

Hoje em dia, muitas pessoas usam os leilões online e mesmo as demais modalidades para fazer bons negócios. Por mais que se pense apenas em imóveis quando se fala em leilões, a verdade é que existem muitos deles sendo realizados todos os dias, com os mais variados bens e produtos.

De acordo com especialistas, o público mais presente nesses momentos são pequenos empresários, sendo que muitos deles já montaram as suas empresas apenas com bens adquiridos nos leilões. Para esses empreendedores, os leilões mais interessantes são os de equipamentos e máquinas.

Pessoas que desejam decorar a sua casa também encontram muitas oportunidades de fazer bons negócios, adquirindo itens que, muitas vezes, são praticamente novos e possuem preços muito mais baixos do que os praticados em lojas e demais estabelecimentos. No entanto, não existem muitas diferenças entre os leilões online e os demais, sendo que a única grande distinção é a possibilidade de participar dos leilões à distância.

No entanto, existem profissionais que afirmam que os leilões online não é apenas mais democrático, como também podem garantir melhores negócios. Ou seja, nos leilões online é mais difícil dos clientes combinarem um valor entre si, o que é bastante comum de acontecer nos presenciais.

Vale dizer ainda que é possível encontrar a mais ampla variedade de produtos em leilões online e, por isso, diferentes pessoas, com objetivos distintos podem ter interesse por eles. No caso dos realizados pela internet é necessário fazer um cadastro no site e conferir as informações disponíveis, sobre regras e normas.

Diferença entre leilão judicial e extrajudicial 

Quem deseja adquirir produtos em leilões também deve saber que existem dois tipos distintos: os judiciais e os extrajudiciais. Os primeiros são promovidos pelo Estado e, por isso, funcionam como uma expropriação forçada. Já os extrajudiciais são promovidos por empresas privadas, como os bancos, os quais são particulares e, assim, não existe intervenção da justiça.

Uma vantagem dos leilões extrajudiciais é que as compras feitas nessa modalidade costumam ser bem mais rápidas e dentro de alguns dias quem arremata um bem já tem o direito de propriedade sobre o imóvel. Por outro lado, nesse tipo de leilão, no caso dos imóveis arrematados, pode haver moradores ainda na casa, apartamento ou sala comercial residindo ou trabalhando.

Eles podem bater o pé e não saírem – e estão no seu direito – e cabe a quem adquirir o bem contratar um advogado. Por isso, antes de escolher um imóvel ou outro bem é importante saber como está a sua situação judicial, uma vez que, se o contrato de financiamento do imóvel estiver em discussão na esfera judicial, existe a possibilidade do ex-proprietário ganhar a causa e ter o seu bem de volta.

Já quando se trata do leilão judicial esse problema não existe, uma vez que o bem vai a leilão apenas depois que todas as formalidades processuais estiverem em dia. Além disso, quem mais costuma participar deles são investidores.

Como fazer bons negócios nos leilões online 

Leilões online ainda são um bom negócio 2

Depois de entender como funcionam os leilões, seus tipos e modalidades, está na hora de saber quais são os principais cuidados. Participantes frequentes têm uma dica bem eficiente para identificar o melhor momento de arrematar um bem: o primeiro passo é saber qual o seu preço no mercado e, durante o leilão, arrematá-lo quando chegar a 30% desse valor.

Outra dica muito importante é sempre ver de perto as condições dos bens que se pretende adquirir. A maioria dos leilões oferece essa possibilidade, o que vai garantir o sucesso da sua compra. Caso depois de arrematar o bem você veja o mesmo e não goste de alguma coisa, não adianta, não poderá voltar atrás.

Todos os produtos contam com um período de visitação, antes do leilão, assim, os interessados podem conferir de perto como está o seu estado. Porém, nesse momento é importante saber avaliá-lo, assim, quem não é especialista pode chamar um profissional para acompanhá-lo na visita e conferir se está tudo em ordem.

No caso de ser um leilão de automóveis, o interessado pode levar um mecânico de confiança e, se for uma máquina, pode levar uma pessoa que saiba avaliar se ela está em bom estado e vale a pena adquiri-la. Esses são apenas alguns exemplos, pois para qualquer bem é possível levar um especialista.

Mais dicas para fazer negócio em leilões 

Também é importante que os interessados em leilão de primeira viagem saibam que os bens adquiridos por eles não contam com garantia e que são entregues no estado que estão, mesmo que tenham problemas de funcionamento. Por outro lado, nos leilões judiciais não é possível visitar o bem antes de adquiri-lo e, por isso, muitas vezes, o seu preço é bem mais baixo.

Outra dica para os novatos é participar de um leilão sem fazer nenhum lance, apenas com o objetivo de entender melhor como é o seu funcionamento. Também é preciso ler todas as informações que o edital possui, pois é nele onde estão estipulados os trâmites necessários, como o prazo para a retirada do bem e para entrega da documentação, quando for o caso.

Nos sites dos leilões online sempre existem informações referentes a como entrar em contato com o leiloeiro, o que é essencial fazer caso haja qualquer dúvida antes, durante e depois o leilão. Além disso, quem adquire o produto é quem deve se responsabilizar pelo seu transporte, por retirá-lo onde estiver e mesmo por desmontá-lo e embalá-lo. É necessário ainda pagar uma comissão ao leiloeiro.

Outra dica para fazer um bom negócio é definir um preço máximo que você está disposto a pagar pelo bem, levando em conta o valor do mesmo produto novo. Já na hora de escolher o site de um leiloeiro, visite-o, veja como funciona, qual é o seu histórico e se existe a ferramenta para fazer a simulação de compra. Confira ainda quais são as suas taxas administrativas.

Por fim, a última dica, mas não menos importante é ter calma e paciência, o que pode ser fundamental para o sucesso da sua aquisição. Se você se afobar e tomar uma decisão por impulso sem ser racional, apenas pela emoção do momento, os resultados podem não ser os pretendidos por você.

Você quer uma boa dica para turbinar ainda mais sua renda? Acesse esse artigo que fiz sobre 11 formas de ganhar dinheiro online.

Dicas sobre leilões de carros 

Leilões online ainda são um bom negócio 5

As opções de leilões de carros talvez sejam as mais amplas e também as mais procuradas por quem deseja adquirir um veículo com preço bem abaixo do mercado. Vale dizer que os automóveis, motos e demais que vão a leilão podem estar nessa situação por uma série de motivos, como roubo, perda total, multas, dívidas de IPVA, abalroamento, inadimplência com a financiadora e documentação irregular.

Os carros merecem atenção especial, tanto na hora de avaliar como estão as suas condições mecânicas como legais, pois conforme quanto o futuro proprietário tenha que investir para deixá-lo em ordem pode não valer a pena o dinheiro gasto. Especialistas dão duas dicas especiais sobre o assunto a quem pensa em comprar para revender: carros de cor branca e importados são mais difíceis de fazer negócio.

Mas não desanime, existem muito carros em ótimas condições que vão a leilões de carros e, por isso, podem ser sinônimo de negócios lucrativos. Embora sejam informados pelo leiloeiro problemas graves no veículo, como os referentes ao motor, ainda vale chamar o seu mecânico de confiança para fazer uma avaliação mais profunda das condições do automóvel.

Confira alguns sites de leilões online de carros com diferentes tipos de bens:

– Superbid Brasil Leilão Oficial – www.superbid.net

– SOLD Leilões Online Leilão Oficial – www.sold.com.br

– Freitas Leiloeiro leilões online Oficial – www.freitasleiloeiro.com.br

– Zukerman Leilões online – www.zukerman.com.br

– Milan Leilões online – www.milanleiloes.com.br

– João Emilio Leiloeiro – www.joaoemilio.com.br

– Leilão Online – www.leilaoonline.net

– Nosso Leilão – www.nossoleilao.com.br

– Vizeu Leiloeiro Oficial – www.vizeu.com.br

E aí o que achou dessas dicas? Pronto para começar a fazer leilões online?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *